Dois dos maiores e mais eficientes helicópteros para o combate de incêndios do mundo chegarão ao Chile em dezembro

Outros
Publicado el 05-11-2018

  • As unidades estarão novamente no país – assim como nos últimos dois anos – para cumprir suas funções nas regiões do Bio, além de uma base que estará em funcionamento a partir deste ano na região do Maule.
  • Graças ao seu voo a baixa altitude, potência, estabilidade e características, além da sua capacidade de liberar até 10 mil litros de água por cada descarga, poderia se transformar em um dos mais importantes complementos para o controle de incêndios.
  • Os helicópteros serão trazidos pela Ecocopter, empresa nacional de serviços aéreos em helicópteros, para prestar serviços para a ARAUCO com o objetivo de proteger centros habitados e industriais.

 

Com o objetivo de transformar-se em um apoio importante no combate de incêndios florestais no próximo verão, a Ecocopter, empresa chilena de aeronáutica referente na América Latina em matéria de transporte de carga e serviços aéreos de alta complexidade, vai trazer de novo ao país dois dos maiores a mais eficientes helicópteros do mundo do seu tipo, o S-64 Erickson Aircrane.

Ambas as aeronaves, que irão chegar ao país em dezembro para prestar serviços à ARAUCO para proteger lugares habitados e industriais das regiões do Maule e Bio, possuem um amplo histórico de apoio em catástrofes naturais em diversos lugares do mundo.

O “Annie”, helicóptero que foi destaque durante a primeira parte de 2018, prestando serviços na Oitava Região, trabalhou no controle de incêndios nos Estados Unidos e na Europa, destacando-se especialmente nos últimos acontecimentos do estado da Califórnia. Já o “Sun Bird”, está há oito anos combatendo os incêndios da cidade de San Diego, nos EUA.

Armando Weinberger, gerente comercial da Ecocopter, disse que “contar com a presença desses dois helitanques desde o início da temporada de incêndios é uma mostra de como a indústria florestal está se antecipando e preparando para abordar a temporada de incêndios. As duas aeronaves também estarão equipadas com a tecnologia “Sea Snorkel”, que permite carregar através de um sistema de sucção os 10.000 litros de capacidade do tanque com água do mar em até 45 segundos.

O “Annie” e o “Sun Bird” vão chegar ao Chile na primeira semana de dezembro e serão desembarcados no porto de Valparaíso. De lá irão voar até as suas bases de operações localizadas em Santa Juana (Oitava Região) e Palhuen (Sétima Região), cujo foco prioritário será o controle de incêndios na zona de interfases e industriais.

Patrício Eyzaguirre, Subgerente de Assuntos Públicos da ARAUCO, comentou que “a inclusão desses helicópteros à nossa frota de prevenção e combate de incêndios, tem como principal missão contar com uma grande capacidade operativa para a extinção de focos de incêndios e também para proteger setores habitados e zonas vizinhas a bosques, que hoje são a nossa principal prioridade”.

Capacidades das aeronaves

Com relação às capacidades do S-64 Erickson Aircrane, o executivo da ARAUCO disse que “suas qualidades permitem um ataque com grande volume de água, rápido e efetivo diante de um combate de incêndios, facilitando o trabalho das brigadas. Além disso, tem o potencial de realizar até 10 incursões por hora, o que significa um aumento nas capacidades de extinção do fogo”.

O S-64 Erickson Aircrane possui uma autonomia de 246 milhas náuticas, 21 metros de comprimento, um diâmetro de rotor de 21,2 metros com 6 aspas e um completo sistema para o combate de incêndios, através de um “Snorkel” para a carga de água através de sucção. Graças a isso, pode carregar seu tanque principal de 10 mil litros pousando sobre uma fonte de água em até 45 segundos e permitindo lançamentos em 8 diferentes modalidades, desde lançamentos parciais até a descarga completa de 10.000 litros em 3 segundos.

Para esta temporada 2018 - 2019, ambas as aeronaves de alta capacidade virão tripuladas por dois pilotos, além de outras quatro tripulações de apoio e duas equipes de mecânicos, engenheiros e apoio logístico que envolve mais de 50 pessoas.